Loading...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

REENCONTROS

          

O que é suficiente para ti,
nem sempre me basta
e as palavras
morrem em minha boca,
minha insegurança é visível...

Indescritível desgaste
nas inúmeras vezes
desses nossos desencontros,
momentos em que penso
serem os últimos da minha vida.

Mas...
Voltamos
em lindas pazes...

E eu tenho muito medo
que fatalmente um dia,
num momento de reencontro,
nossos olhos nada mais tenham
para reencontrar!...

Arethuza Viana







0 comentários:

Postar um comentário